segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Paquera Como Condicionamento Físico

Uma das vantagens de fazer caminhadas em parques não é somente malhar ao ar livre. Em lugares públicos como esses, a paquera também faz parte do bom condicionamento físico. Seja em São Paulo ou Montreal, um sorriso cordial ou um simples bonjour são a senha para que, na próxima volta na pista, o seu alvo da paquera ou aquele(a) que está te paquerando, tente uma aproximação.
Você pode dar uma de durona, fingir que não é contigo e seguir concentrada na sua atividade física ou fazer uma pausa de 5 minutos para recuperar o fôlego e deixar o paquera puxar papo.
Eu, curiosa que sou e sempre interessada nas pessoas e nas histórias, opto, na maior parte das vezes, pela segunda alternativa. Às vezes, o sujeito que está te paquerando é mais feio do que o capeta de ressaca, mas se ele me lança perguntas, quer interagir e não banca o otário, respondo com prazer, a despeito da ausência de dotes estéticos.
E foi nesse contexto que hoje troquei meia dúzia de palavras com Hacène, um homem por volta de seus 40 e poucos anos que estava tomando a brisa do final da tarde no mesmo parque onde tenho feito minhas caminhadas. Simpáticos e cordiais que são os quebequenses, quando me viu, cumprimentou-me com um sorriso. Mais tarde, enquanto terminava minha séria de exercícios, aproximou-se e perguntou: você sempre caminha com essa motivação mesmo no final da tarde, depois do trabalho e com esse calor terrível?
Respondi que justamente por fazer muito calor, prefiro me exercitar ao pôr do sol, já que no verão demora mais para escurecer. Aí, a conversa enveredou-se para as perguntas clássicas: quanto tempo eu pratico esportes, qual a atividade que faço no inverno, uma vez que os parques ficam cobertos de neve, quantas vezes por semana vou ao parque e se o frequento sempre nos mesmos horários (essa informação é valiosa, pois permitirá ao seu paquera saber quando poderá encontrá-la novamente), quais as atividades físicas que faço ali, etc. Enfim, Hacène está bem longe de ser o meu futuro personal trainer ou seja lá o que for, mas entre um passo e outro, a gente se diverte!

2 comentários:

Redneck disse...

La V, você está tão safadinha!!! Choquei! (imagine se eu faço algo equivalente nas minhas caminhadas noturnas na Paulista). Beijo!

La Voyageuse disse...

Red,

Pois eu recomendo que vc tente fazer o mesmo. Tenho certeza que vc nao vai se arrepender. Afinal, o que temos a perder, exceto receber um nao como resposta?

Beijo e boa paquera!